Nesta sexta-feira (24), a partir das 11h, será realizada uma live com transmissão no instagram da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (@smpmteresina) para debater a economia criativa e ações adotadas pela Secretaria Municipal de Economia Solidária (SEMEST durante o período de isolamento social. O debate virtual contará com a participação da gerente de articulação e transversalidade da SMPM, Adriana Carvalho, e da secretária executiva da SEMEST, Jacqueline Freitas.

Segundo Adriana Carvalho, o momento serve como um canal de diálogo para a divulgação dos serviços das secretarias municipais, esclarecendo como eles impactam a vida da população nesse cenário de pandemia.

“Precisamos divulgar as ações que estão sendo realizadas nesse momento. A representante da SEMEST também é uma representante da Câmara Técnica, espaço de gestão da Secretaria da Mulher. Ela faz esse trabalho de interseção com outras secretarias para estar alinhando e divulgando os serviços. É muito importante debater sobre a dinâmica desses serviços nesse momento, a população precisa saber”, esclarece a gerente.

Segundo a secretária Executiva da SEMEST, Jacqueline Freitas, entre as ações adotadas pelo órgão para o período de pandemia, destaca-se a articulação feita com Fundação Municipal de Saúde (FMS) para confecção de 70 mil kits de Equipamento de Proteção Individual – EPIs e 1000 viseiras. Ao todo, serão produzidas máscaras, toucas, viseiras, aventais, dentre outros equipamento de suporte para equipe de profissionais da saúde. A mão de obra utilizada para confecção do material será de costureiras e trabalhadoras autônomas contratadas pela FMS.

“Os empreendimentos ligados a SEMEST ficarão responsáveis por essa produção em massa para atender essa demanda urgente das equipes de saúde. Todos esses pontos serão debatidos durante o diálogo virtual, vamos esclarecer como essa articulação está sendo feita e como serão as diretrizes nos próximos dias. Também vamos falar sobre economia e ações nesse momento de crise, orientações ao público do pequeno negócio, formas de utilizar melhor as redes sociais”, finaliza a secretária executiva.