As famílias que foram prejudicadas em consequência das chuvas, na última semana, já estão sendo atendidas pelo Programa Cidade Solidária. Atualmente, o programa atende a 296 famílias. Foram inseridas mais 45 famílias, após o acompanhamento feito pelas equipes técnicas dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), Defesa Civil Municipal e Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDU) nos últimos dias.

“Foram realizados 45 novos cadastros e as famílias que tiveram suas residências comprometidas por conta dos alagamentos passarão a ter apoio financeiro da Prefeitura”, informa Poliana Tavares, assistente social e técnica de gestão de benefícios eventuais da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

A assistente social explica que há duas modalidades da assistência habitacional, que são Residência Solidária e Família Solidária, em que é ofertado o valor de um aluguel. Os beneficiários inseridos no programa são acompanhados continuamente pelos CRAS e recebem cestas básicas a fim de suprir as necessidades imediatas das famílias.

“As unidades realizam avaliação técnica para possíveis outros benefícios, como exemplo cesta básica, caso a família se encontre dentro dos critérios de vulnerabilidade socioeconômica, como foi o caso recente das famílias afetadas pelos alagamentos na capital”, explica Poliana.

Após atendimento da Defesa Civil, é realizada uma avaliação técnica pelas SDUs que, por sua vez, encaminham um processo contendo os relatórios técnicos para que a Semcaspi realize a triagem de possíveis beneficiários do programa.

Para mais informações sobre o Cidade Solidária, a população pode entrar em contato por meio do número (86) 3215-7593 ou pelas redes sociais da Semcaspi (@semcaspi.teresina).

A Defesa Civil também segue em plantão para assegurar que as famílias possam entrar em contato em situações de emergência, a população pode solicitar atendimento através de ligação gratuita para o 153.