O prefeito Firmino Filho decretou luto oficial de três dias por conta do falecimento do empresário João Claudino Fernandes nesta sexta-feira, 24. Ele tinha 89 anos e é natural da cidade de Luís Gomes, no Rio Grande do Norte, mas adotou a capital piauiense para expandir os seus negócios.

O prefeito destacou que João Claudino era um dos maiores empreendedores da capital e também do país. “Mais do que um empresário de êxito estrondoso e nacional, perdemos uma forte referência de ousadia, simplicidade e muito, muito trabalho. Um grande visionário. Todas as vezes que o encontrava me impressionava com sua inteligência e perspicácia. Conhecia a alma humana como poucos. Por isso brilhou tanto entre nós. É uma grande perda para a cidade. Nesse momento, deixamos a nossa solidariedade para toda a família”, disse.

Firmino lembrou da visão inovadora e da vocação para os negócios de João Claudino. “Um empreendedor que observava as necessidades do mercado e adaptava seus empreendimentos a ele. Dessa forma, construiu um dos maiores grupos empresariais do país, com atuação no mercado varejista, industrial e também no setor de serviços”, completou.

O Grupo Claudino, que era comandado por Seu João, é um sólido conglomerado empresarial do Norte/Nordeste brasileiro que envolve várias empresas de diversos segmentos econômicos. Com sua matriz em Teresina-PI, o Paraíba deu origem a todos os negócios do Grupo Claudino, como indústrias, agência de publicidade, construtora, gráfica, frigorífico e shopping centers, entre outros negócios. As empresas do Grupo Claudino contam com mais de 15 mil funcionários e todos nos estados do Piauí, Maranhão, Bahia, Tocantins e Pernambuco.

João Claudino deixa cinco filhos: João Vicente, Cláudia Maria, João Júnior, Alayde Christine e João Marcello. Era casado com Maria Socorro de Macêdo Claudino, in memoriam, que também já foi homenageada pela administração municipal, emprestando seu nome ao Parque da Cidadania, localizado no cruzamento das avenidas Miguel Rosa e Frei Serafim, um dos maiores parques ambientais da capital, que foi inaugurado em 2016.