A população teresinense enfrenta momentos difíceis com o período chuvoso. Nas últimas semanas, as águas chegaram com grande intensidade em um curto espaço de tempo, alagando algumas ruas e avenidas, e atingindo casas. Um dos agravantes para realidade é o descarte incorreto de lixo que, com as águas das chuvas, é direcionado para as bocas de lobo, galerias e córregos, o que provoca o entupimento e, consequentemente, alagamentos.

Sobre isso, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste), por meio da Gerência de Serviços Urbanos, alerta a população sobre os cuidados com o acondicionamento do lixo.

Em ações realizadas nos últimos dias, com o monitoramento das galerias e bocas de lobo, o Gerente de Serviços Urbanos, Renato Lopes, relatou que a maioria dos locais estava entupida com lixos que foram descartados de forma irregular. “Percorrendo os pontos mais críticos da zona Leste, percebemos que as galerias e bocas de lobo estavam com as suas passagens bloqueadas pelos lixos. É muito importante o acondicionamento correto para que as águas das chuvas possam escoar livremente e, assim, evitar o alagamento que provoca tanto transtorno à própria população”, alertou.

“Devemos ressaltar que a nossa cidade tem uma cobertura completa dos serviços de coleta domiciliar de forma eficiente. Por outro lado, é extremamente importante pedir o apoio da população no sentindo de fazer o acondicionamento do lixo da maneira correta e também em evitar despejar materiais em praças e no meio de ruas e avenidas”, afirmou João Pádua, superintendente da SDU, ressaltando que os serviços de limpeza têm sido um ponto importante da gestão municipal.

A equipe de limpeza do órgão municipal destina ainda frentes de trabalho que realizam a manutenção de viveiros, serviços de poda de árvores, capina e também o processo de transplantio em alguns pontos considerados áreas verdes. A ação é feita por etapas para garantir a manutenção de todos os espaços públicos da região.

Para ajudar no trabalho da SDU, com reclamações, sugestões e informações, a população pode usar os números (86) 98871-7258 / (86) 99957-3709 ou pelo (86) 3221-7050 com a equipe do Lixo Zero. Há ainda o aplicativo Colab, de fácil acesso, que qualquer cidadão pode baixá-lo e interagir com a PMT.