No período de 19 a 25 de abril, a média de isolamento social em Teresina aumentou 1%, registando que apenas 53,43% dos teresinenses ficaram em casa durante esta semana. O índice ainda está muito abaixo da taxa de 73% recomendada pelos órgãos de saúde.

Na semana passada, a média do isolamento social ficou em 52,43%. Neste sábado, 25, o índice foi de 51%. O levantamento é feito pela Prefeitura, através da startup recifense InLoco. Os números são observados diariamente através de um sistema de georreferenciamento que atua monitorando a localização de 217 mil celulares na cidade.

A empresa também utiliza ferramentas de marketing para enviar alertas para aparelhos das pessoas que moram nas regiões que mais vêm descumprindo o isolamento social.

Na sexta-feira (24), a capital confirmou a oitava morte e recorde diário por COVID-19. Teresina contabiliza 223 casos confirmados da doença em 62 bairros da cidade e oito óbitos. A Prefeitura, há cerca de um mês, vem implantando medidas para que as pessoas possam ficar em casa.

O prefeito Firmino Filho reforça que o isolamento social é a forma mais eficaz de conter o avanço do novo coronavírus. “O momento requer cautela. É sempre bom lembrarmos que estamos lutando contra um inimigo invisível. Infelizmente, ainda não temos remédio, nem vacina e nossa forma de combater o vírus é evitar aglomerações. Por isso, vamos ficar em casa”, pediu.