A Prefeitura de Teresina vai montar, a partir da tarde dessa segunda-feira (27), barreiras sanitárias, nas três pontes que ligam a capital ao município de Timon, no Maranhão. Durante a ação, será realizada a medição de temperatura de quem trafega entre as duas cidades, com o objetivo de fazer um controle do estado de saúde das pessoas que entram em Teresina.

De acordo com o prefeito Firmino Filho, esse controle se torna necessário uma vez que o número de casos de Covid-19 no Estado do Maranhão já é bastante alto, chegando, no último domingo, a 2.410 casos confirmados e 125 óbitos. “Nós precisamos ficar bastante atentos a estes dados do Maranhão e como está se dando o avanço da doença lá, já que temos forte relação com os municípios do estado”, alertou o prefeito Firmino Filho.

A barreira será montada, por tempo indeterminado, em horários pré-estabelecidos e vai acontecer nos três turnos, envolvendo vários órgãos municipais, como a Fundação Municipal de Saúde (FMS), Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans) e Guarda Municipal. “Nós vamos fazer esse primeiro contato com as pessoas que entrarão em Teresina para saber como está o seu estado de saúde. O objetivo é tentar manter o controle do vírus na capital, evitando que entrem pessoas infectadas na nossa cidade”, afirmou o coronel John Feitosa, que vai comandar a ação.

As barreiras sanitárias serão montadas na Ponte Metálica, na Ponte da Amizade e na Ponte Nova.