O isolamento social, medida necessária para conter a disseminação do novo coronavírus, pode trazer efeitos nocivos na mente da população. Pensando nisso, a Prefeitura de Teresina inicia nesta segunda-feira (04) atendimento psicológico por telefone. É mais uma alternativa para ajudar na promoção da saúde mental das pessoas e evitar o agravamento de possíveis crises psíquicas, por meio do acolhimento e de escuta qualificada.

Para ter acesso ao serviço, formado por psicólogos da Fundação Municipal de Saúde (FMS), basta ligar para o Alô Saúde: 0800 291 0084, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h. “Com a iniciativa, as pessoas terão orientação psicológica sem a necessidade de sair de casa”, afirma o diretor de Atenção Básica, Kledson Batista.

Durante os atendimentos, os psicólogos irão escutar e avaliar quais as principais queixas, sintomas e limitações causadas no indivíduo em decorrência do distanciamento social ou da Covid-19. Todo o atendimento será sigiloso. Se houver necessidade, os profissionais indicarão a periodicidade da teleconsulta necessária ou poderão fazer encaminhamentos para a rede de saúde mental.

A gerente de Saúde Mental da FMS, Isabel Karine, relata que o mundo vivencia um período de incertezas e insegurança. “A população pode sentir medo de estar contaminada, ter crise de ansiedade, estresse, depressão, irritabilidade, e outras consequências psicológicas mais severas”.

Ela alerta que é preciso cuidar do corpo e da mente, nesse momento atípico. “É recomendado fazer atividades físicas e de meditação com o intuito de reduzir o medo e a ansiedade. Outra dica é seguir as orientações das autoridades de saúde para não se contaminar com o vírus, além de também evitar informações em excesso”, finaliza Isabel.