A Prefeitura de Teresina inicia amanhã (08) e segue até domingo (10) a quarta etapa da pesquisa de investigação sorológica para conhecer a situação da pandemia do Novo Coronavírus na capital. Teresina é a primeira cidade do Brasil a ter essa série de pesquisas em três etapas e já testou 2.700 pessoas.

De acordo com o prefeito Firmino Filho, os dados desta quarta etapa da pesquisa de investigação sorológica serão decisivos para a definição de novas medidas para o enfrentamento da crise sanitária na capital. “Se o número de infectados continuar crescendo na mesma proporção das semanas anteriores, vamos buscar iniciar o debate e o planejamento sobre um eventual lockdown ainda neste mês de maio”, informou.

Na terceira sondagem, que aconteceu entre os dias 01 e 03 de maio, o índice de pessoas com a doença foi de 1,44%, ou seja, a cidade tinha 12.492 infectados, quantidade 53 vezes maior que os 237 casos notificados no domingo anterior à pesquisa. Da primeira etapa da pesquisa para a segunda houve um crescimento de 59% no número de infectados. Já da segunda para terceira, o aumento foi de 62%.

“A pesquisa tem nos permitido acompanhar a evolução do vírus e mostra a luz que deveremos ter como guia para que possamos construir nossa curva epidemiológica. Precisamos de boas informações para que possamos tomar boas decisões. A terceira etapa da pesquisa nos mostrou que poderemos ter até o final do mês 10% da população de Teresina infectada, se continuarmos nessa projeção de aumento de 60% dos casos por semana. E com os dados desta quarta etapa nos guiaremos para mais tomadas de decisões. Nossa intenção é proteger a vida dos teresinenses”, destaca Firmino.

Durante a sondagem, serão realizadas visitas residenciais com 15 equipes composta por pesquisadores, que aplicam os questionários, e técnicos da Fundação Municipal de Saúde (FMS), que fazem os testes rápidos para Covid-19. A amostragem das pesquisas é aleatória por estratos de sexo e idade, conforme dados populacionais atualizados das Unidades Básicas de Saúde (UBS) da zona urbana. A cada etapa da pesquisa são testadas 900 pessoas.

A pesquisa, realizada pela Prefeitura de Teresina em parceria com o Instituto Opinar, leva em consideração uma população estimada em 864.845 habitantes em Teresina.  Os números da sondagem são baseados pelos índices positivos dos testes para Covid-19, e são levadas em consideração comorbidades ou doenças prévias, além do quadro atual de saúde do entrevistado.

Também são apresentadas as características demográficas coletadas (sexo, idade, nível de instrução, renda e situação de trabalho). As três últimas pesquisas foram realizadas entre os dias 16 e 19 de abril, a primeira etapa, a segunda entre os dias 24 a 26, e a terceira etapa entre os dias 01 e 03 de maio.