A crise gerada pela pandemia do novo coronavírus vai além da saúde e impacta todas as áreas da sociedade. O cenário econômico também foi afetado perante as recomendações de distanciamento para a proteção da população. Com a suspensão de parte das atividades comerciais e das aglomerações, profissionais autônomos e pequenas empresas precisam se reinventar para driblar esse momento difícil.

Para falar mais do assunto, a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM) promove nesta sexta-feira (08), a partir das 17h, uma live no instagram @smpmteresina com o tema: “Empreendedorismo responsável e resiliência em tempos de crise”. O diálogo virtual contará com a participação da Analista em Gestão Pública, Ana Régia Nolêto e da empreendedora, Drika Borges.

“Na oportunidade estaremos em um diálogo com a Drika Borges, empreendedora da nossa capital, que diante do cenário complicado que estamos passando viu a necessidade de se reinventar para dar continuidade em suas vendas. Ela vai falar também um pouco mais das estratégias adotadas para a efetividade dessas vendas. Queremos assim, mostrar para outras mulheres que mesmo diante do momento difícil que estamos passando é possível resistir”, pontua a Analista.

Drika Borges, como é popularmente conhecida, é formada em artes visuais, é arte educadora, artista, artesã e se define como afroempreendedora. A mesma trabalha há quatro anos com a venda de bonecas de pano negras e costuras criativas.

“Como já trabalho há quatro anos com a venda de bonecas de pano negras e também costuras criativas, percebi que nesse período tive uma baixa nas vendas. Diante disso, senti a necessidade de me reinventar, foi quando pensei, geralmente as crianças têm uma certa dificuldade em usar máscaras, e como um incentivo eu fiz a boneca e junto vão máscaras, que além de ser mais um estímulo para o uso da máscara vai ser também o atrativo durante o dia para essa criança, que está passando a maior parte do tempo em casa. Foi algo que apostei e que tem dado certo”, esclarece a afroempreendedora.

Ainda, segundo ela a sua boneca trabalha também o empoderamento de meninas.  “Muitas das crianças que adquirem essa bonecas, começam a se reconhecer, reconhecer suas características e se aceitar sempre mais o que ajuda em uma autoestima atual e futura ”, finaliza.