Ascom/FMS

Profissionais da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Renascença participaram, nesse final de semana, de treinamento em Manejo de Vias Aéreas Difíceis no Paciente Suspeito/Confirmado Covid-19, ministrado pelo médico e instrutor de Suporte Avançado de Vida Cardiovascular (ACLS), Pablo Brandão.

“Pacientes com sinais de gravidade precisam de suporte à respiração. O profissional assistente deve realizar o manejo da via aérea, por isso a importância dessa capacitação. A atualização desse procedimento diminui as complicações para o paciente. Além do conhecimento técnico do manejo, adaptamos o cenário considerando a biossegurança, já que passamos por um momento de uma doença infectocontagiosa, a Covid-19. Dessa forma, o suporte necessário ao paciente e a segurança de todos os envolvidos no processo serão preservados”, explicou o médico Pablo Brandão.

O treinamento contemplou a recepção do paciente na UPA, até o encaminhamento à Sala Vermelha, onde será submetido à entubação orotraqueal, se necessário. Além deste processo, o curso tratou sobre estratégias de resgate de ventilação, montagem do circuito de ventilação, respeitando todas as normas de biossegurança.

A capacitação foi essencialmente prática e destacou a importância da dinâmica de grupo e de comunicação, sistemas de atenção em insuficiência respiratória.

“Dividimos a nossa equipe de clínicos, pediatras, enfermeiros e técnicos de enfermagem em pequenos grupos, para favorecer a aprendizagem e para melhor trabalhar diversos cenários durante o curso. Essas atualizações são muito importantes e nos fortalecem para o fazer cotidiano, no tratamento dos pacientes, especialmente nesse momento tão delicado, de enfrentamento à pandemia de Covid-19”, comenta Thamara Carvalho, diretora da UPA do Renascença.

Para Isadora Porto, enfermeira da UPA do Renascença, o treinamento de hoje demonstra o envolvimento da gestão para proporcionar maior segurança aos profissionais no manejo dos pacientes graves com Covid-19: “Estamos vivendo um momento tenso. Os números de casos confirmados de infecção por novo Coronavírus aumentaram consideravelmente nessa última semana, então a equipe sentia necessidade desse reforço. O doutor Pablo, médico experiente, conduziu um treinamento direcionado para toda equipe: médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem e nos passou um pouco da sua experiência, ensinando técnicas indispensáveis, simulando casos. Praticamos muito em equipe, usando a comunicação em alça fechada, a fim de obter sucesso e melhores resultados com este grupo de pacientes. Saí do treinamento me sentindo bem mais confiante e segura. Aproveito para parabenizar a gestão pela escolha do tema e a FMS, pela estrutura oferecida aos profissionais da rede e aos pacientes”, encerra.