O número de casos registrados no boletim epidemiológico de Covid-19 de Teresina teve um crescimento de 13,36% no período entre 18 e 20 de maio. Na segunda-feira (18), o boletim indicou a ocorrência de 1.327 casos da doença. Na quarta (20), o registro foi de 1.504 casos, um crescimento de 13,36% em apenas 48 horas. No mesmo período, os óbitos passaram de 40 para 45, um acréscimo de 12,5%.

“Dia a dia percebemos o aumento no número de casos. Percebemos também que os números agora estão crescendo de forma mais acelerada. É imprescindível que sigamos as recomendações da Prefeitura de Teresina, do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS) e que fiquemos o máximo possível em casa, saindo apenas o estritamente necessário”, alerta a enfermeira Wesllany Santana, do Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública (COE), da Fundação Municipal de Saúde de Teresina.

O aumento no número de casos é reflexo das baixas taxas de distanciamento social que vêm constantemente sendo registradas na capital. Para estimular as pessoas a ficarem em casa e obedecerem às recomendações de isolamento social, a Prefeitura de Teresina antecipou para esta sexta (22) o feriado do dia 08 de dezembro, quando se comemora o Dia de Nossa Senhora da Conceição.

De acordo com dados da startup InLoco, que monitora cerca de 217 mil aparelhos celulares da cidade, Teresina registrou índice de isolamento social de 44,6% na segunda-feira da semana passada, um percentual muito distante dos 73% recomendados pelas autoridades em saúde. “É preciso que possamos melhorar os índices, que ainda estão muito abaixo do que recomenda a Organização Mundial de Saúde (OMS) e demais autoridades sanitárias. Estamos nos aproximando de um cenário crítico, e é necessário que a gente possa cumprir as orientações para diminuir a propagação do vírus para salvar vidas”, ressalta Wesllany Santana.