Renato Bezerra

A manutenção da iluminação pública em Teresina é um dos serviços da Prefeitura que não parou durante a pandemia do novo coronavírus. Desde março, quando foi iniciada a quarentena, até o final do mês de maio, 11.361 demandas foram atendidas. Através do trabalho da Semduh (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação), são identificadas luminárias apagadas ou aquelas que permanecem ligadas durante o dia, garantindo que as ruas e avenidas da capital tenham a iluminação adequada.

As demandas chegam através do Disque Iluminação, que atende através do número 0800 280 4712, pelo aplicativo Colab ou pelas equipes de fiscalizações que estão em campo. “Estamos atuando para que, mesmo durante a pandemia, não haja diminuição nas atividades de manutenção. Estamos empenhados em garantir que nossos profissionais trabalhem com a maior segurança possível porque esse serviço é de extrema importância para o bem-estar e a segurança de todos os teresinenses”, ressalta o secretário da Semduh, Marco Antonio Ayres.

De acordo com o engenheiro chefe de obras de iluminação pública da Semduh, Augusto Monte, os canais de comunicação com a população são gratuitos e permitem alta taxa de resolutividade. “A população não precisa sair de casa ou ir até a Semduh para fazer as solicitações. O Disque Iluminação, por exemplo, funciona 24 horas por dia, inclusive aos domingos e feriados, com resolução em até 72h. O Colab também tem sido bastante utilizado e permite que o usuário coloque até imagem dos postes que estão apagados por meio do celular”, explica.

O Colab é um aplicativo gratuito disponível para sistema Android ou IOS, disponibilizado pela Prefeitura de Teresina para solicitações e/ou reclamações. Assim, a população também pode informar os pontos onde as lâmpadas não estão acendendo ou ficam constantemente acesas, além de denunciar situações de vandalismo.