Ascom/ SDU Sudeste

A feira livre do Dirceu I tem recebido diversas ações da Prefeitura de Teresina para torná-la mais segura contra o coronavírus. Nesse último sábado (30), a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sudeste fez a atualização e inserção de novos cadastros socioeconômicos junto aos feirantes do local.

Segundo levantamento realizado pela equipe de assistentes sociais da SDU, a feira livre conta com 161 feirantes, sendo 126 cadastros socioeconômicos registrados no dia 26 de abril e 35 cadastros socioeconômicos realizados no último sábado (30). O cadastro serve de base para a programação de demarcações da área e para o planejamento de ações de melhorias para a feira.

“Todas as providências que tem sido adotadas visam manter a tradição das feiras, mas respeitando às normas de saúde e garantindo a segurança de consumidores e feirantes. Com um cadastro atualizado sobre os comerciantes do local, podemos aprimorar essas estratégias e desenvolver novas formas de ajudar a construir uma feira segura”, afirma Isaac Meneses, superintendente de Desenvolvimento Urbano Sudeste.

Outras medidas de segurança com relação ao espaço e higiene já foram aplicadas. Sob orientação de fiscais, as barracas são montadas obedecendo a uma distância adequada umas das outras. Além disso, é obrigatório o uso de máscara de proteção e higienização das mãos instruída por equipe de colaboradores da SDU Sudeste.

Ana Rosa Campelo trabalha há 30 anos na Feira do Dirceu I e se diz satisfeita com as ações implantadas. “Estamos trabalhando aqui, porém, temos medo e dúvidas com relação à prevenção da doença. Essas novas medidas nos ajudam a reaprender a trabalhar novamente, com muito mais segurança”, conclui.