Equipes da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sul (SDU Sul) realizaram nesta semana um cadastramento de todos os feirantes que atuam no entorno do mercado público do Parque Piauí, região sul da capital. O objetivo é promover uma organização, a partir deste sábado (6), que permita uma melhor circulação das pessoas, evitando as aglomerações e, com isso, aumentar a segurança contra a contaminação do corona vírus.

Foram cadastrados 200 feirantes. De acordo com programação para o local, cada feirante deve manter uma distância mínima de dois metros entre eles e reservar um mínimo de 1,2 metro nas calçadas para a passagem dos pedestres. A ação vale para toda área ocupada pelos feirantes, ou seja, tanto nos arredores do mercado quanto ao lado da Igreja católica do bairro, localizada na mesma área.

A fiscalização será feita pela Guarda Municipal e por agentes da Strans, para que o trânsito também flua com tranquilidade naquela área. “Procuramos organizar tudo da melhor forma possível, levando em conta a segurança dos clientes, mas também respeitando a necessidade de cada um dos feirantes que precisam manter suas vendas”, reforça o superintendente da SDU Sul, Paulo Roberto.

O gestor ressalta que todas as medidas de combate ao corona vírus estão sendo adotadas. No mercado do Parque Piauí e demais mercados públicos foram instaladas duas pias sendo disponibilizado água, sabão e papel toalha para que as pessoas possam higienizar as mãos. “Temos também colaboradores realizando um importante trabalho de organização das filas nas casas lotéricas, diariamente. Todos usando máscaras e portanto álcool em gel para ajudar as pessoas a se higienizarem também. Nosso desejo é que todos fiquem em casa, mas quem precisar sair que tome todos os cuidados necessários”, destaca.