Dados do Painel Epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS) revelam que na última quarta-feira (10) Teresina bateu o recorde de mortes registradas em um único dia: 12 óbitos, o que eleva para 162 o total na capital. Ainda segundo o painel, o município registrou 143 novos casos, e agora contabiliza 3.773 desde o início da pandemia.

Dentre estes 12 óbitos, três ocorreram nesta quarta, sete mortes são de terça-feira (09) e mais dois aconteceram no mês de maio. 10 dos 12 pacientes tinham acima de 70 anos, oito eram diabéticos e 10 eram hipertensos. Apenas uma pessoa não apresentava nenhuma comorbidade. As zonas com maior ocorrência foram Sul e Norte (quatro casos em cada uma), seguidas da zona Sudeste (dois casos), zona Leste e Centro (um caso em cada zona).

A Prefeitura de Teresina segue ampliando suas ações para reduzir estes números e atender de forma mais efetiva os casos já existentes. No entanto, a FMS pede que a população faça sua parte cumprindo as medidas de isolamento, que já se mostraram efetivas no combate ao novo coronavírus.

Teresina registrou, na última terça-feira (09), uma variação de 41,3% e 52,2% no índice de isolamento social. Os números apresentados pelos dois indicadores revelam que a taxa de distanciamento na capital permanece bem abaixo do percentual mínimo recomendado para diminuir a disseminação do novo coronavírus, que é de 73%. Além disso, eles refletem na quantidade de casos e óbitos decorrentes da Covid-19.

“Continuamos pedindo que a população fique em casa e só saia em caso de extrema necessidade, para que possamos melhorar os índices de isolamento. Teresina vem apresentando taxas muito abaixo do que recomendam a Organização Mundial de Saúde (OMS) e demais autoridades sanitárias. Precisamos cumprir as orientações para diminuir a propagação do vírus e frear o avanço da pandemia na cidade”, reforçou a enfermeira Wesllany Santana, uma das coordenadoras do COE.