Segundo levantamento feito pela Prefeitura de Teresina, o isolamento social na capital permanece abaixo do recomendado pelos órgãos de saúde e registrou índices de 54,26 % e 42,2%. Os bairros da zona sul estiveram entre os que mais descumpriram as medidas, que pretendem diminuir a contaminação do novo coronavírus.

O monitoramento dos dados é feito pela Startup InLoco e também através de informações repassadas pelas operadoras de telefonia. Os resultados apresentam uma variação de 42% e 54% no percentual de pessoas que aderiram às medidas.

Em levantamento feito por todo o país, entre os estados do Nordeste, o Piauí ocupa o segundo pior índice de isolamento social, registrando uma média de 42%, ficando atrás apenas do Maranhão.

Segundo dados da Fundação Municipal de Saúde, a capital tem 4049 casos da doença, com 173 mortes. Somente ontem foram notificados do Piauí notificou 276 novos casos de COVID-19 e 11 novos óbitos.

Em março a Prefeitura adotou medidas para evitar a disseminação do vírus na cidade e reforça que o cuidado com a vida dos teresinenses continua sendo prioridade. “Os índices registrados ainda estão abaixo do recomendado pelos órgãos de saúde, que é de 73%. Chegamos a mais de 4mil casos e perdemos muitos teresinenses nesta luta. É hora de termos uma responsabilidade coletiva para que possamos voltar gradativamente para as nossas atividades no momento certo, preservando vidas”, pontua Firmino Filho.