Teresina registrou ontem (18) mais 183 casos de COVID-19. Os dados são do Painel Epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS), que notificou também seis novos óbitos pela doença. No total, a capital contabilizou desde o início da pandemia 5.237 casos e 244 óbitos pelo novo coronavírus, com 1.207 recuperados.

Dentre os óbitos, estão uma mulher de 77 anos, sem comorbidades, do bairro Areias; uma mulher de 72 anos, diabética e obesa, moradora do Santana; um homem de 67 anos, portador de doença cardiovascular e diabetes, do bairro Pio XII; e mais três pacientes portadores de doença cardiovascular: uma mulher de 70 anos do bairro São Sebastião, um homem de 71 anos morador do Itararé, e uma mulher de 80 anos, residente no bairro Gurupi.

Para melhorar os índices de isolamento e consequentemente reduzir os números da doença, o Centro de Operações em Emergência (COE) da FMS pede que a população continue seguindo as medidas de isolamento e só saia em caso de extrema necessidade. “Teresina vem apresentando taxas muito abaixo do que recomendam a Organização Mundial de Saúde (OMS) e demais autoridades sanitárias. Precisamos cumprir as orientações para diminuir a propagação do vírus e frear o avanço da pandemia na cidade”, reforçou a enfermeira Wesllany Santana, uma das coordenadoras do COE.

O presidente da FMS, Manoel de Moura, informou que a Prefeitura tem adotado várias estratégias para conter a proliferação do vírus e ampliar a rede de atendimento para quem precisa. “A necessidade de atendimento em saúde tem crescido. Sabendo disso, a FMS está fortalecendo a rede, com contratação de profissionais, aquisição de equipamentos e insumos, disponibilização de testes rápidos e ampliação de leitos, melhorando a capacidade de assistência e resposta às demandas da população”, ressalta o presidente.