O georreferenciamento feito pela startup Inloco registrou que 41,8% dos teresinenses ficaram em casa nesta quinta-feira (25). O número mantém o padrão observado nas últimas duas semanas, onde as taxas de isolamento se mantiveram entre 41% e 43%, com exceção das sextas, que marcaram menos de 40%, e dos domingos, que apresentaram percentuais acima de 50%.

Teresina mostra um melhor desempenho geral que estado do Piauí, que registrou 39,7% de isolamento nesta quinta, e também o Brasil, que marcou apenas 38,3%. Todos os números registrados seguem bem abaixo de 73%, percentual mínimo recomendado para diminuir o contágio de com especialistas e órgãos como o Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde.

O levantamento da startup também mostra o percentual de isolamento social por zonas da cidade. A região que mais respeitou as determinações para ficar em casa foi a zona leste, com um índice de 43,37%, seguida da centro-norte, com 42,06 %. Em terceiro lugar ficou a região sul, com 39,95%, e por último ficou a zona sudeste, com um percentual de 39,4%.

Os bairros que mais respeitaram o isolamento social em Teresina foram o Socopo (51,47%), Aeroporto (51%), Angélica (48,5%), Jacinta Andrade (48,2%) e Vale Quem Tem (47,4%). Já os bairros que apresentaram os menores percentuais foram Parque Juliana (23,8%), Extrema (29,9%), Comprida (33,3%), Aroeiras (33,82%) e Alegre (34%).

A Prefeitura de Teresina também está acompanhando os índices de isolamento social através de informações geradas pelas operadoras de telefonia celular. Segundo essa outra base de dados, que disponibiliza informações de mais de 1 milhão de linhas telefônicas, 52,16% das pessoas ficaram em casa.

A partir desta sexta (26), uma série de medidas passa a vigorar em Teresina intensificando o isolamento social para conter a disseminação da Covid-19. As restrições serão estendidas por todo o final de semana e serão mais rígidas no sábado (27) e domingo (28), com limitação ainda maior do funcionamento de várias atividades econômicas na cidade. As determinações constam no Decreto 19.859, assinado pelo prefeito Firmino Filho.

“Esse isolamento mais forte é de extrema necessidade para que possamos preparar a cidade para o início da retomada das atividades econômicas. É importante fazer um esforço maior para conter mais ainda a disseminação desse vírus, reduzir o número de internações e de mortes antes de iniciarmos o planejamento da reabertura da cidade de forma gradual e segura, preservando a saúde e a vida dos teresinenses”, disse o prefeito.