O prefeito de Teresina, Firmino Filho, apresentou aos vereadores o plano de reabertura das atividades econômicas, que deve acontecer a partir do dia 6 de julho. A apresentação aconteceu nesta terça-feira (30), durante reunião virtual, quando o gestor tirou dúvidas e ouviu as sugestões dos parlamentares.

O prefeito explicou que a reabertura será gradual e acontecerá por etapas, levando em consideração a segurança e o impacto econômico das atividades. “Alguns setores oferecem pouco risco de contaminação, então são relativamente mais seguros que outros. Existem também os segmentos que têm grande impacto na economia e que são importantes neste momento de retomada, por gerar emprego e renda. São estes que abrirão nas primeiras etapas, como a construção civil e os setores correlacionados, por exemplo”, afirmou.

O prefeito disse ainda que este processo de retomada das atividades deve acontecer dando prioridade aos protocolos de segurança, para que tudo ocorra dentro do planejado. “Nós não queremos que aconteça em Teresina o que se verificou em outras cidades, onde as atividades foram retomadas sem os cuidados necessários e foi necessário interromper o processo de reabertura”, disse, acrescentando que nestes últimos dias que antecedem o dia 6 de julho é necessária a contribuição de todos para melhorar as taxas de isolamento social, reforçando o cenário de  segurança para a retomada das atividades.

Durante a reunião virtual com os vereadores, Firmino Filho também apresentou dados de evolução da Covid-19 em Teresina, mostrou como está a testagem da população e os números de ocupação de leitos de UTI, critérios necessários para a reabertura segura das atividades econômicas.  “Pelo que os números apresentam, existe a evidência de que estamos no pico da doença e que ele pode baixar nas próximas semanas. Isso nos mostra que podemos retomar de forma gradual, mas precisamos do esforço de todos para não precisar retroceder. Se percebermos que a situação está se agravando, vamos ter que voltar para ao ponto zero”, finalizou.