O índice de isolamento social em Teresina ficou entre 41,9% e 51,22%, na última quarta-feira (01), segundo as duas bases de dados usadas pela Prefeitura de Teresina, a startup recifense InLoco e as operadoras de telefonia celular. O percentual está bem abaixo dos 73% tido como o mínimo ideal para conter a disseminação do novo coronavírus, segundo a Organização Mundial da Saúde.

O levantamento da InLoco também mostra a situação do isolamento social por regiões da cidade, segundo o qual a zona centro-norte apresentou o maior percentual de pessoas que ficaram em casa, na última quarta-feira, com 42,96%. Em seguida vem a zona leste, com 42,87%; a zona sudeste, com 40,76%, e a zona sul, com 40,70%.

Segundo os dados da startup, os bairros que mais respeitaram o isolamento social foram Cabral (54,50%), a região da Frei Serafim (49,60%), o Aeroporto (48,60%), o Santa Rosa (47,80%) e Bom Princípio (47,47%). Quem menos respeitou as determinações para ficar em casa foi a população dos bairros Parque Juliana (32,10%), Comprida (33,55%), Acarape (35,70%), Água Mineral (35,75%) e Parque Sul (35,78%).

Com o objetivo de aumentar os índices de isolamento social em toda a cidade, a Prefeitura de Teresina vai intensificar as medidas restritivas a partir desta quinta-feira (02), até domingo (05). Com isso, algumas atividades terão restrição de funcionamento.