A Prefeitura de Teresina recebeu, na manhã da última quarta-feira (01), 10 novos respiradores mecânicos doados pelo Ministério da Saúde. Os equipamentos servirão para ampliar leitos de estabilização e de UTI nos hospitais da rede municipal, reforçando o cuidado a pacientes com quadro grave da Covid-19.

A diretora de Atenção Especializada, Jesus Mousinho, afirma que disponibilização desses equipamentos representa um avanço na saúde pública da capital. “Antes da pandemia já tínhamos 100 respiradores na rede. Depois adquirimos mais 119. Esses equipamentos são importantes para dar suporte de ventilação ao paciente, aumentando a possibilidade de sobrevida”, explica.

Estima-se que, aproximadamente, 5% dos pacientes com covid-19 acabam sofrendo a chamada síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA) e precisam ser intubados. Nesse sentido, a disponibilização desses equipamentos é fundamental para dar a assistência aos pacientes. Desde o início da pandemia, a Prefeitura tem trabalhado para estruturar a rede de saúde da capital de forma a atender todos os pacientes vítimas da doença.

Além de classificar 25 Unidades Básicas de Saúde exclusivas para atendimentos a pacientes com Síndromes gripais, A Prefeitura de Teresina também estruturou Hospitais de Campanha com leitos clínicos, estabilização e ainda leitos de Unidade de Terapia Intensiva. A disponibilização dessas estruturas com capacidade de atendimento aos pacientes é também uma das condições estabelecidas pela Prefeitura de Teresina para dar início à reabertura das atividades econômicas.