O aumento do uso excessivo de bebidas alcoólicas durante a quarentena tem chamado a atenção de especialistas. De acordo com dados do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD), mantido pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), foram realizados cerca de 840 atendimentos de pessoas com quadro de uso nocivo de substâncias psicoativas, como álcool e drogas, entre os meses de março a maio.

A psicóloga do CAPS-AD, Thaís Araújo, explica que o uso exagerado do álcool durante a quarentena é um fator de risco nesse período de pandemia. “O isolamento social tem feito com que as pessoas mudem as suas rotinas, e dentro dessas mudanças se intensificam as preocupações, sejam elas financeiras ou com a própria saúde. Sintomas de estresse, ansiedade e depressão são intensificados e muitas pessoas procuram no álcool uma forma de alívio e de prazer imediato”, ressalta a psicóloga.

O CAPS-AD é um serviço aberto e comunitário constituído por uma equipe multiprofissional de psiquiatra, psicólogo, assistente social, terapeuta ocupacional, enfermeira, técnicos de enfermagem, artesão, educador físico e nutricionista. O centro é destinado ao tratamento de homens e mulheres, maiores de 18 anos, que têm problemas com o uso de álcool e outras drogas e que chegam à unidade por demanda espontânea ou encaminhados por outros serviços de apoio do município.

A coordenadora do CAPS-AD, Nadjanne Castro, comenta que os atendimentos aos usuários estão sendo realizados em escala reduzida devido às restrições de distanciamento social. “Atualmente, estamos realizando o acolhimento inicial, atendimento à crise e acompanhamento psiquiátrico. Normalmente, os procedimentos são realizados de acordo com o projeto terapêutico, além de outros métodos que incentivam o protagonismo deste paciente na comunidade”, explica a coordenadora.

O CAPS-AD atende a pacientes residentes de Teresina, com horário de funcionamento de segunda a sexta, de 8h às 12h e de 13:30 às 16:30 (horário específico neste período de pandemia). Está localizado à Rua Quintino Bocaiúva, 2978, Macaúba – Sul, próximo ao SAMU. O paciente deve procurar o serviço munido de cópias de documentos pessoais (RG, CPF, cartão SUS e comprovante de endereço).