Teresina registrou na quinta-feira (09) mais 532 casos de Covid-19 e cinco óbitos. Agora a cidade contabiliza 11.415 casos e 498 mortes desde o início da pandemia, de acordo com dados do painel epidemiológico elaborado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), que registou ainda 2.209 pessoas recuperadas no mesmo período.

Dos cinco óbitos que entraram no sistema, apenas um aconteceu ontem (09), e os demais são de quarta-feira (08). Foram quatro homens e uma mulher, com idades entre 57 e 71 anos. Todos apresentavam comorbidades, sendo as mais recorrentes hipertensão arterial e diabetes, com três casos cada. Dois pacientes eram moradores da zona Sudeste, dois da zona Norte e um da zona Leste.

Com o objetivo de aumentar os índices de isolamento social e reduzir a disseminação do novo coronavírus, o funcionamento das atividades econômicas em Teresina a partir de hoje (10) acontece com algumas restrições regulamentadas pelo Decreto 19.890. As medidas seguem durante o fim de semana e se repetirão nos dias 17,18 e 19; e nos dias 24, 25 e 26, todos de julho de 2020.

Além disso, os serviços de saúde se mantêm a postos e estruturados para a detecção e atendimento de casos de Covid-19. Teresina conta com 26 Unidades Básicas de Saúde para o atendimento exclusivo de suspeitos da doença, funcionando de domingo a domingo das 7h às 19h. “As equipes de saúde avaliam cada caso e adotam a conduta adequada, que pode envolver prescrição de medicamentos, indicação de isolamento domiciliar ou mesmo encaminhamento para hospitais ou UPAs, em casos mais graves”, informa Kledson Batista, diretor de Atenção Básica da FMS.

A rede hospitalar também foi ampliada, com o aumento de leitos específico para pacientes infectados pelo novo coronavírus. Em abril, havia 25 leitos para pacientes com quadro grave da doença e no dia 7 de julho a quantidade subiu para 101. Desse total, 24 leitos foram disponibilizados esta semana pelo município no Hospital de Campanha anexo ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde ainda serão abertos mais 36.