O Teresina Solidária vai encerrar, no próximo dia 20, o cadastro de famílias na plataforma online disponibilizada para as associações de moradores e instituições religiosas inserirem, cada uma, até 50 famílias para receberem as cestas básicas. Até o momento, o Teresina Solidária já distribuiu 16.686 cestas.

Nesta etapa do programa, a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) está atendendo às famílias em situação de vulnerabilidade e que não tiveram acesso ao auxílio emergencial do Governo Federal. Até agora, 1.418 famílias foram cadastradas. A equipe da Semcaspi recebe os cadastros e faz a análise das condicionalidades e verifica quais estão aptas a receberem o benefício.

As associações e entidades religiosas podem acessar a plataforma da Prefeitura de Teresina através do site associacao.semcasp.pmt.pi.gov.br e fazer o cadastramento. As instituições com dificuldades estão sendo atendidas pela Semcaspi. Os técnicos tiram as dúvidas e auxiliam no preenchimento dos dados.

“Na etapa anterior, nós entregamos as cestas básicas por categoria profissional. Agora, as associações e entidades religiosas estão sendo convidadas a participarem do processo, buscando aumentar o alcance do benefício à população. O sistema continua ativo e recebendo as inscrições até o dia 20 para que sejam analisadas por nossos técnicos. É importante destacar que as famílias aptas a receberem as cestas básicas não podem ter renda fixa e nem ter tido acesso ao auxílio emergencial do Governo Federal”, explica Janaína Carvalho, secretária da Semcaspi.

Cada associação ou entidade religiosa pode cadastrar até 50 famílias em situação de vulnerabilidade, que se enquadrem nos critérios. A medida foi estabelecida via decreto para ampliar o atendimento às pessoas que tiveram suas rendas impactadas devido à pandemia do novo Coronavírus.

Os técnicos da Semcaspi permanecem à disposição das associações de moradores e entidades religiosas para tirar dúvidas ou prestar mais informações sobre o Teresina Solidária através dos números 3131-4731 e 3131-4729.