Nesta semana, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Renascença, da Fundação Municipal de Saúde, lançou site para melhorar a qualidade da assistência ao paciente. Além de buscar dar maior visibilidade aos trabalhos do Núcleo de Segurança do Paciente (NSP), que atua para prevenir ou minimizar falhas nos procedimentos de saúde, a população poderá enviar sugestões ou reclamações sobre o serviço da Unidade.

O acesso ao site pode ser feito por qualquer cidadão que esteja conectado à internet, através do link https://nspuparenascenca.wixsite.com/nspuparenascenca. “Temos uma página que contém a apresentação da equipe e outra com informações sobre as metas internacionais de segurança do paciente. Os profissionais também poderão inserir no site, em campo privado, notificações de evento inesperado ocorrido na UPA para que a gestão possa agir”, ressalta a diretora da UPA, Thamara Carvalho.

No site, é possível visualizar as metas internacionais de segurança do paciente: identificação correta do paciente para garantir que a assistência seja prestada à pessoa certa, comunicação efetiva entres os profissionais, adoção de medidas de segurança ao utilizar medicamentos, realização de cirurgia segura, higienização das mãos para evitar infecções e prevenção de lesão por pressão e queda do paciente.

Desde 2017, a UPA Renascença possui Núcleo de Segurança do Paciente (NSP), que tem como objetivo pôr em prática estratégias eficazes para garantir a segurança e a qualidade das atividades desenvolvidas no local, evitando danos à saúde do paciente. Assim, o NSP contribui para que os profissionais estejam envolvidos no cumprimento de protocolos e metas instituídas pelo Ministério da Saúde por meio do Programa Nacional de Segurança do Paciente.

“Quanto mais falarmos sobre a Segurança do Paciente, mais rapidamente eliminaremos qualquer obstáculo para um cuidado seguro dentro do serviço de saúde. Nesse processo, é preciso a participação cada vez maior de pacientes, familiares, profissionais de saúde, gestores e autoridades. Juntos, os processos de trabalho são aperfeiçoados, gerando uma assistência de qualidade e segurança ao paciente”, finaliza a diretora.