Com as atividades presenciais suspensas, o Centro de Convivência “Novos Meninos” (CCNM) está realizando diversas atividades à distância para dar continuidade aos serviços prestados na instituição, dentre elas o treino de judô tem ganhado destaque entre as crianças. A prática do esporte está sendo ofertada pelo facilitador social Sansei Wendell Barbosa. As aulas acontecem mensalmente, ao vivo, através do Instagram @ccnmoficial.

A assistente social do CCNM, Maria Valdenira, afirma que os serviços de atendimento e acompanhamento familiar são essenciais para a promoção social. Segundo ela, as atividades remotas têm garantido a manutenção dos vínculos e a permanência das crianças no serviço. “O objetivo da instituição é fortalecer vínculos. Desse modo, por conta do distanciamento social, buscamos por reinventar nossas ações a partir da modalidade remota a fim de manter os vínculos com nosso público de crianças, adolescentes e suas famílias. Assim, as aulas remotas de judô têm sido mais uma ferramenta de superação para o enfrentamento das vulnerabilidades”, disse.

Yuan Albert Oliveira de 12 anos tem participado das aulas de judô, ele diz que só ganhou com a prática. “O centro é muito valioso em minha vida. Todas as atividades que realizo lá me trazem grande alegria e responsabilidade. O judô, por exemplo, me ajuda na concentração, no respeito com as pessoas, tenho disciplina e me faz acreditar que sou um grande cidadão. Agradeço demais pelo centro, que mesmo agora na pandemia, consegue estar presente em minha vida e sou muito grato por eles”, disse.

O Centro de Convivência “Novos Meninos” tem por objetivo prestar atendimento integral a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, com o intuito de prevenir riscos e fortalecer a convivência familiar e comunitária através de atividades artísticas, culturais, educativas e esportivas. Atualmente, a instituição atende 120 meninos e meninas, e fica localizada na rua Arlindo Nogueira, 1801 – Centro (Sul), faz parte da rede socioassistencial de Teresina em uma parceria entre Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) e Ação Social Arquidiocesana (Asa).