As escolas municipais de Teresina já estão preparando os alunos para a Olimpíada Nacional de Ciências, que tem sua primeira fase marcada para agosto. Com as aulas presenciais suspensas, os estudos acontecem em casa, utilizando ferramentas virtuais para o aprendizado.

A Olimpíada é organizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e tem como principal objetivo despertar o interesse dos jovens pelo estudo das ciências. Em Teresina, participam alunos do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental. A primeira prova será aplicada pela internet, com duas horas para completar as 20 questões objetivas.

O Programa Cidade Olímpica Educacional, que oferecia aulas em disciplinas específicas aos sábados, agora prepara os estudantes da Rede Municipal por uma plataforma online. A coordenadora de Ciências do Programa, Simone Rodrigues, explica que a preparação envolve dedicação de alunos e professores em um momento de reinvenção.

“Nossas aulas presenciais foram interrompidas, mas temos um histórico de excelentes resultados em olimpíadas de conhecimento, então não podemos deixar isso para trás. O grupo está envolvido no programa de estudos da ONC, que é complexo e contempla também outras disciplinas, mas nos adaptamos muito bem a essa nova realidade, utilizando a tecnologia ao nosso favor”, conta Simone.

A plataforma do Cidade Olímpica possibilita o compartilhamento de vídeos, textos e atividades para que os alunos estudem todos os dias. Os professores mantêm a aula semanal, mas agora online, interagindo com os alunos e motivando para a competição que está próxima.

“As chamadas de vídeo ajudam a tirar dúvidas e principalmente na socialização mais afetiva, extremamente importante para o desempenho nas competições. Estamos animados e com expectativas de medalhas”, conclui a coordenadora.