Iniciou hoje (27), em Teresina, a Etapa 1 da Fase 2 de retomada das atividades econômicas e sociais. Com isso, voltam a funcionar alguns setores do comércio varejista e atacado, algumas atividades administrativas e de serviços, atividades religiosas e ainda fica permitida a prática de atividades físicas em alguns espaços públicos. Todos os setores deverão seguir protocolos de segurança para evitar a disseminação do novo Coronavírus.

O prefeito Firmino Filho alerta que o respeito aos protocolos de segurança é fundamental para o sucesso desta fase da retomada e para que se possa avançar para as etapas seguintes. “Nesse processo temos que ter muito cuidado porque é delicado. Qualquer sinalização para o avanço da Covid-19 em Teresina, teremos que frear ou retroceder. É fundamental que tenhamos uma reabertura gradual e segura para não colocarmos nossa população em risco”, disse.

Firmino Filho explica que as regras precisam ser cumpridas e para isso é necessário o empenho de toda a população e não apenas de empresários e poder público. “Se todos colaborarem, o processo será suave. Se não respeitarmos as regras, vamos ter problemas como outras cidades tiveram no seu processo de reabertura e não queremos que isso aconteça aqui. O que vai acontecer em Teresina daqui a 14 dias é resultado do que estamos fazendo hoje. É fundamental evitar aglomeração, seja com estabelecimento aberto ou fechado”, alertou.

No comércio varejista e atacadista podem funcionar a partir de hoje as lojas de informática, telefonia e comunicação, eletrodomésticos, equipamentos de áudio e vídeo, móveis, colchoaria, iluminação, instrumentos musicais e acessórios, artigos médicos e ortopédicos, ótica, joalheria e relojoaria, artigos para animais de estimação, equipamentos para, escritório, artigos fotográficos e de filmagem, aparelho eletroeletrônicos.

No comércio atacadista estão permitidos retomar as atividades os estabelecimentos comerciais de produtos não essenciais. Também estão autorizados a funcionar nesta etapa de reabertura as agências de viagem e a realização de serviços em edifícios, além de pet shops.

As atividades voltam de forma gradual e respeitando algumas restrições, com apenas 50% dos trabalhadores no espaço físico do estabelecimento, por apenas quatro dias na semana e seis horas de trabalho por dia. No comércio do Centro da cidade, o horário de funcionamento ficou acordado entre 9h e 15h, já na zona leste da cidade será das 14h às 20h. Os trabalhadores e clientes precisam respeitar o distanciamento social de 2 metros, além do uso de máscara e higienização constante das mãos.

No caso das atividades religiosas, deve haver redução de participantes a 30% da lotação máxima, uso obrigatório de máscara por fiéis, celebrantes e coros ou músicos. Deve ser garantido o distanciamento de 2 metros entre as pessoas, com marcação e bloqueio de cadeiras se necessário. Se possível, deve ser dada preferência a atividades ao ar livre, assim como a manutenção das transmissões online. Crianças de até 12 anos não devem participar, assim como pessoas dos grupos de risco.

Já as atividades ao ar livre só devem ocorrer de forma individual, respeitando o distanciamento. As pessoas devem evitar compartilhar objetos ou tocar as mãos diretamente no solo, além de sempre usar máscara e manter os cabelos presos. No ciclismo, deve ser mantida uma distância de 20 metros entre cada praticante. Neste primeiro momento, apenas o Parque da Cidadania será reaberto ao público, em horário reduzido, a partir da próxima quinta-feira (30).

Em relação ao transporte público, o prefeito explica que todo um planejamento foi realizado para que a frota atenda a demanda, que deve aumentar com a retomada das atividades. “Com a retomada do comércio no Centro, teremos aumento da demanda e ao longo da semana aumentaremos frota para atender a população de forma segura. Os terminais continuam fechados”, afirmou, acrescentando que as ruas do Centro da cidade também continuam interditadas.