A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) tem monitorado diariamente, por meio da bilhetagem eletrônica, a quantidade de passageiros que utiliza o transporte público em Teresina com o objetivo de evitar aglomeração nos ônibus que circulam na capital. Na segunda-feira (27), quando teve início mais uma etapa da reabertura das atividades na cidade, 12 mil passageiros usaram o serviço, quantidade ainda abaixo da capacidade atual, que é de 18 mil usuários.

Segundo as análises sobre o uso do serviço, tem sido registrada uma elevação de cerca de 2 mil passageiros a cada semana em relação à anterior. O levantamento de três segundas-feiras seguidas mostram que no dia 13 de julho teve registro de 8 mil passageiros, no dia 20 foram 10 mil usuários e, na última segunda-feira (27), chegou a 12 mil. A frota em circulação é de 85 ônibus e 54 veículos cadastrados pelas Strans, o que tem sido suficiente para suprir, com segurança, a atual demanda.

O gestor da Strans, Weldon Bandeira, afirma que o monitoramento permite fazer ajustes quando forem necessários. “O serviço de transportes de passageiros continua sendo prestado conforme determinou o Ministério Público do Trabalho para esse período da greve dos motoristas. Os ajustes que forem necessários podem ser implementados de acordo com a demanda, seguindo o levantamento feito com a análise dos dados sobre aumento de passageiros”, afirma. Ele acrescenta que a Strans tem adotado todos os protocolos em relação às ações de limpeza e sanitização dos veículos como forma de combater a Covid-19.