O prefeito Firmino Filho se reuniu com representantes de diversos órgãos do Governo Federal, em Brasília, em busca de liberação de recursos para Teresina nas áreas de educação, saneamento e drenagem. Essa é a primeira agenda externa do prefeito, nos últimos quatro meses, desde que iniciou a pandemia do novo coronavírus.

Nesta terça-feira, ele cumpriu agenda com representantes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e também com o Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e o senador Ciro Nogueira. Na pauta, a liberação de recursos para obras de creches que estão em andamento na capital. Também foram discutidas as ações necessárias para a implementação de escolas de tempo integral e de melhoria no transporte escolar.

“Com o processo de reabertura da cidade, retomamos as obras e precisamos continuar buscando investimentos para os mais diversos setores. Por isso, estamos dando sequência às tratativas em Brasília para dar continuidade às obras e projetos que Teresina precisa”, destacou o prefeito.

Ele também esteve com o ministro do Desenvolvimento Regional, com quem tratou de recursos para obras de drenagem dos bairros Alvorada, Mocambinho e Itaperu. As obras já foram licitadas e aguardam a liberação dos recursos para serem iniciadas. Ao todo, devem ser aplicados R$ 13,5 milhões para a execução dos serviços na região.

No MDR, Firmino levou ainda a demanda relacionada às obras de drenagem do Portal da Alegria, zona Sul da cidade. A expectativa é de que sejam investidos R$ 53 milhões para resolver os problemas de alagamentos registrados na região, onde moram mais de 5.500 famílias.

Outra demanda levada pelo prefeito foi a obra do Centro de Controle Operacional. “A obra física já foi concluída com recursos próprios da Prefeitura de Teresina e agora estamos em processo licitatório para a aquisição dos equipamentos. É um investimento de quase R$ 26 milhões, onde teremos um monitoramento 24 horas dos Terminais, Estações e Corredores de ônibus, com a participação direta da Polícia Militar e Guarda Civil Municipal”, finaliza o chefe do executivo municipal.