Teresina registrou, na última terça-feira (11), isolamento social de 39,5%, ocupando a quarta posição no ranking das capitais. Isso mostra uma queda em relação aos índices registrados no final de semana, quando a capital ocupou a primeira colocação nesse mesmo ranking, no sábado e domingo, com 48,6% e 49,2%, respectivamente.

A queda dos percentuais pode ser justificada pela retomada de alguns setores do comércio, que já estão funcionando de forma parcial em toda a cidade. Nesta semana, voltaram às atividades os salões de beleza e estética, transporte rodoviário coletivo de passageiros, além das atividades da administração pública geral, direta e indireta, relações exteriores e Justiça. O setor de fabricação de máquinas e equipamentos, e suas atividades de manutenção e instalação, são outras que também estão autorizadas a funcionar desde ontem.

O monitoramento do isolamento social é feito pela startup InLoco, que também mostra como ficou cada região da cidade. Na terça-feira, a zona centro-norte foi que apresentou os maiores índices, com 39,37%; seguida da zona leste, com 39,25%; da zona sudeste, com 38,71%, e da zona sul, com 38,47%.

Quando analisado por bairros, o isolamento social foi maior no Memorare (48,60%), Ininga (47,80%), Olarias (47,00%), Porto do Centro (45,30%) e Primavera (45,20%). Na outra ponta da tabela, a população que menos respeitou as determinações para ficar em casa foi a dos bairros Jacinta Andrade (27,30%), Angélica (27,60%), Embrapa (27,80%), Santo Antônio (30,65%) e Portal da Alegria (31,80%).