Com a flexibilização das medidas restritivas para as atividades econômicas e sociais aos domingos, Teresina registrou índice de isolamento social de 46,5% ontem (20) e ocupou o nono lugar no ranking das capitais do país. A flexibilização já tinha sido iniciada aos sábados e agora se estende por todo o final de semana, respeitando os protocolos de prevenção da disseminação do novo coronavírus.

“Tivemos um retorno tranquilo. Muito embora a abertura já tenha sido formalmente feita, houve pouca circulação na cidade. Não houve uma retomada brusca do domingo. É esperado que, com o passar dos domingos, as taxas de isolamento voltem gradativamente ao normal”, destaca o prefeito Firmino Filho.

Os dados da startup InLoco, que computa os números através do georreferenciamento de smartphones em cidades de todo o país, apontam que em comparação com domingo anterior (13), que registrou índice de 50,1%, houve uma diminuição de 3,6% no isolamento da cidade. O Piauí, com taxa de 44,89%, ficou em décimo lugar entre os estados.

O levantamento destaca ainda o índice de isolamento social por regiões da cidade. No domingo, a região com a melhor taxa foi a Sul (47,05%), em seguida a Centro-Norte (46,98%), em terceiro a Leste (46,89%) e por último a Sudeste (42,98%). Entre os bairros, os que mais cumpriram o isolamento social foram Aeroporto (60,40%), Ininga (54,00%), Centro (52,58%), Angélica (52,40%) e Novo Uruguai (52,25%). Já os bairros que apresentaram os menores percentuais de pessoas que ficaram em casa foram Novo Horizonte (36,00%), São Sebastião (38,95%), Nova Brasília (39,10%), Cidade Jardim (39,70%) e Extrema (39,90%).

Com os resultados das pesquisas sorológicas mais recentes indicando uma estabilização e queda nos casos de coronavírus na capital, inclusive com a redução das internações hospitalares, a Prefeitura de Teresina também ampliou os horários para o funcionamento dos serviços de saúde e o número de pessoas nas celebrações presenciais em templos religiosos.

Agora, os atendimentos eletivos dos serviços de saúde humana ambulatoriais passam a funcionar, de segunda-feira a sábado, de acordo com a administração de cada estabelecimento, nos horários de 7h às 18h, no setor público, e de 8h as 18h, no setor privado. Além disso, as atividades religiosas tiveram a participação nas celebrações presenciais ampliada para 50% da capacidade física da igreja ou templo religioso, considerando pessoas sentadas. Todas as atividades devem respeitar o distanciamento de 2 metros entre as pessoas.