Teresina apresentou um índice de isolamento social de 35,2% nesta quarta-feira (14), colocando a cidade na sétima posição no ranking entre as capitais do país. O valor segue o padrão observado nas últimas duas semanas, em que as taxas ficaram entre 34% e 38%, com exceção dos domingos e do feriado de Nossa Senhora Aparecida, que marcaram acima de 43%.

Os dados são da startup InLoco, que realiza o georreferenciamento smartphones em cidades de todo o território nacional monitorando a localização dos usuários quando se conectam à internet pelo celular. Ela também disponibiliza dados por regiões da cidade e, nesta quarta (14), a zona Centro-Norte foi que a que apresentou o maior índice de isolamento social, com 36,18%. Em seguida ficou a região Sul, com 34,91%, e a Sudeste, com 34,81%. Por último, ficou a zona Leste, com 34,07%.

Quanto às localidades que mais respeitaram o isolamento, as melhores colocadas foram Matinha (49%), a área da Frei Serafim (48%), Parque São João (44,9%), Santa Cruz (44,8%) e Cabral (44%). Já os bairros que apresentaram os menores percentuais foram Vale do Gavião (25%), Cidade Jardim (27,78%), Recanto das Palmeiras (28,25%), Novo Uruguai (28,55%) e Santo Antônio (29%).

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou, nesta quarta-feira (14), mais 252 casos de Covid-19, além de sete mortes em decorrência da doença. Desde o início da pandemia, no mês de março, até agora, a capital piauiense contabiliza o total de 1.066 óbitos, 35.215 infectados pelo novo Coronavírus e 14.754 recuperados.