Para expandir o número de matrículas e atender a demanda crescente em Teresina, muitas unidades de ensino da Rede Municipal passaram por um processo de reforma e ampliação. Nos últimos quatro anos, 55 escolas tiveram melhorias em sua infraestrutura e 11 ainda serão finalizadas até o próximo ano.

No Mocambinho, o CMEI Francisco de Assis vai praticamente dobrar sua capacidade de atendimento, passando de 270 para 520 alunos, após a construção de mais cinco salas de aula. O mesmo acontece com os CMEIs Dalai Lama e Santa Terezinha, ambos na zona Rural. Os prédios foram reestruturados, com ampliação dos pátios cobertos, novas salas e pintura. No CMEI Santa Terezinha, ainda foram construídos dois espaços para berçário, uma reivindicação das mães trabalhadoras da região.

Outra obra de impacto para a comunidade está localizada na zona Sudeste, no bairro Dirceu. O CMEI Maria Augusta de Jesus, que antes funcionava em um pequeno prédio alugado, terá sede nova, com seis salas de aula, pátio coberto, banheiros adaptados, cozinha e muito espaço para as atividades ao ar livre. As obras estão em fase de finalização.

“Conforto e segurança são essenciais para a qualidade do aprendizado das crianças, portanto modificamos, ampliamos e melhoramos a infraestrutura das escolas, pensando sempre em espaços coloridos e modernos, com boa circulação de ar, onde a rotina escolar seja mais agradável”, pontua a secretária municipal de Educação, Kátia Dantas.