Teresina é a capital brasileira com o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Para conquistar o topo no ranking, a rede municipal precisou passar por uma série de melhorias em infraestrutura nos últimos anos. De 2017 a 2020 foram construídos 20 Centros Municipais de Educação Infantil e quatro escolas de Ensino Fundamental. Além disso, mais de 55 unidades passaram por reformas e ampliações.

Os dados detalhados fazem parte do Relatório de Gestão 2017-2020, que sintetiza o trabalho das diversas áreas e deve servir de base para estudos e pesquisas, além de colaborar com o trabalho da próxima gestão. “São 1.389 salas de aula com mais de 90 mil alunos matriculados. Confiamos que cada procedimento e ação contribuíram para a garantia do aprendizado dos nossos alunos da rede municipal de ensino”, disse o prefeito Firmino Filho.

Para melhorar a estrutura física das escolas, nos últimos quatro anos 138 unidades de ensino receberam climatização. E mais de 8 milhões de reais foram investidos na aquisição de 24.406 conjuntos escolares (mesa e carteira). “As ações foram feitas para atender a demanda de alunos matriculados na Rede Municipal, que teve o maior número de matrículas que as redes estadual e privada: 97,8% de crianças entre 6 e 14 anos estiveram matriculadas em escolas da Prefeitura”, destacou a secretária municipal de Educação, Kátia Dantas.