Secretários de educação Nouga Cardoso (SEMEC) e Ellen Gera (SEDUC) / fotos: Ascom Semec

As redes de Educação de Teresina e do Piauí buscam firmar e fortalecer parcerias a partir de agora. O entendimento veio na reunião desta quarta-feira (10), quando o secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, recebeu o secretário estadual, Ellen Gera.

O diálogo foi no sentido de alinhar estratégias educacionais para atender os estudantes com qualidade em toda sua jornada acadêmica, evitando evasão. Durante a reunião, o secretário, professor Nouga Cardoso, enfatizou o compromisso da Semec em garantir um ensino de qualidade para os alunos da rede municipal. Ressaltou que a secretaria já desenvolve um trabalho de busca ativa, para localizar e identificar todas as dificuldades que os alunos possam enfrentar durante esta Pandemia.

O secretário estadual de Educação, Ellen Gera, disse que o trabalho de busca ativa é de suma importância e que a proposta é firmar parceria com a Semec, no sentido de identificar os alunos que concluíram o ensino fundamental nas escolas municipais e que não migraram para as unidades de ensino do estado.

As ações em conjunto também serão para aprimorar o sistema de aulas remotas, compartilhando boas experiências, e reforçar termos de cooperação. Além disso, programas ligados à alfabetização passarão a funcionar nas duas redes de ensino.

“Temos bons profissionais, uma educação de referência nacional e o desejo de ampliar as ações positivas. Também precisamos de apoio para superar obstáculos. Esse fortalecimento da parceria vai elevar o nível da educação piauiense como um todo, já que juntos somos bem mais fortes”, disse o secretário de Educação de Teresina, professor Nouga Cardoso.

Para o secretário Ellen, essa é uma oportunidade de poder contar com o município em novas frentes de atuação. “Com a estrutura que temos hoje para atender todo o estado e a expertise da Secretaria Municipal de Educação, alcançaremos um grande potencial educacional, mais que necessário para enfrentar os desafios trazidos pela pandemia”, concluiu.