A Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD-Sudeste) está realizando a segunda etapa do cadastramento de feirantes que atuam no Mercado do Renascença. O objetivo é fazer o levantamento e organização das pessoas que serão remanejadas para a sede provisória durante as obras de reforma do antigo mercado e que ainda não constam no cadastro.

Feirantes estão sendo cadastrados (Foto: Ascom/SAAD Sudeste)

Para realizar a inscrição, basta comparecer à SAAD Sudeste, localizada na Avenida Deputado Paulo Ferraz, Nº 1895 – bairro Beira Rio, portando RG, CPF e comprovante de residência do local onde mora.
“Fizemos um mapeamento prévio durante visitas ao mercado e estamos convocando os feirantes fixos que ainda não possuem cadastro para que venham regularizar a sua situação”, informa Samara Cunha, gerente de Habitação da SAAD Sudeste.

Casados há 48 anos, Maria Divina Rêgo e José Batista Rêgo, além do matrimônio, dividem também o local de trabalho. Ela atua há 35 anos no Mercado do Renascença, vendendo temperos em sua barraca. Ele, depois de largar o trabalho na roça, vende carne há 18 anos em um dos boxes.

Para eles, a reforma vai trazer melhorias há muito tempo necessárias. “Nossa expectativa é de que fique bem melhor, com todas as condições pra gente trabalhar”, declara Maria Divina.

Feirantes estão sendo cadastrados (Foto: Ascom/SAAD Sudeste)

Reforma do Mercado do Renascença
Com investimento em torno de R$ 3,6 milhões, a reforma do Mercado do Renascença inclui uma sede provisória onde os permissionários ficarão alojados durante a execução das obras. A revitalização será completa com novas instalações elétricas, sanitárias e hidráulicas, SPDA (Sistemas de Proteção contra Descargas Atmosféricas) e de combate a incêndios. Também será construída área para estacionamento, estrutura administrativa, área exclusiva para cargas e descargas, lixeiras seletivas, rampas de acessibilidade, banheiros masculinos e feminino convencionais e com acessibilidade, boxes e bancadas de hortifruti.