A direção do Programa Lagoas do Norte reuniu, nesta terça-feira (06), lideranças comunitárias integrantes do Comitê de Acompanhamento do PLN e o comando da Guarda Civil Municipal para tratar das questões relativas à segurança dos 13 bairros que compõem a área de atuação do programa e ao Parque Lagoas do Norte.

Foto: Ascom Parque Lagoas do Norte

Participaram da reunião os integrantes do comitê, o coordenador de Segurança Pública do município, coronel Nixon Frota, o comandante da Guarda, André Viana, o diretor-geral do PLN, Bruno Quaresma, e os coordenadores da Unidade de Projeto Socioambiental do programa, Apoena Amorim e Suelênia Barros.

De acordo com o coordenador coronel Nixon Frota, a intenção da corporação é realizar um trabalho em conjunto com a comunidade. “Estamos nos aproximando das lideranças porque sabemos que cada bairro tem demandas específicas. Então, para planejarmos estratégias precisamos conhecer a realidade de cada região”, explicou.

As lideranças pontuaram demandas de vários bairros, como Poti Velho, Alto Alegre, Mocambinho, Vila São Francisco, São Joaquim, Buenos Aires, dentre outros, além da necessidade de fortalecimento da segurança no Parque Lagoas do Norte. As lideranças foram apresentadas aos membros da corporação e, a partir de agora, a Guarda irá em cada comunidade para fazer o monitoramento das demandas.

“Ficamos satisfeitos com a conversa e falamos sobre a importância da Guarda estar presente no parque. Sabemos que quando eles estão presentes já inibe qualquer ação de criminosos”, disse o presidente do comitê, Albertino Ribeiro.

Segundo o diretor do PLN, Bruno Quaresma, o programa possui um eixo de trabalho que é a prevenção da violência e tem sempre buscado agir em parceria com as várias instituições para atingir esse objetivo. “O Lagoas sempre fez parcerias com a Guarda Municipal com essa finalidade de prevenção da violência e agora não é diferente. Estamos buscando melhorar a segurança do nosso parque e de toda a zona norte, estreitando os laços das lideranças com essa importante instituição”, afirmou.