As reuniões já foram realizadas em quatro, dos doze centros mantidos pela FWF com a presença de entidades comunitárias e associações de moradores Fotos(Ascom/FWF)

Desde o início do mês de julho, a Fundação Wall Ferraz (FWF) vem realizando reuniões nos centros de capacitação espalhados pelos bairros de Teresina para definir uma nova “grade” de cursos prossionalizantes que serão oferecidos à população.

As reuniões já foram realizadas em quatro, dos doze centros mantidos pela FWF sempre com a presença de representantes de entidades comunitárias e associações de moradores, além dos gestores da fundação.

“Esse é um trabalho muito importante porque quando se faz uma gestão pública, sobretudo na área de capacitação profisssional, que é o papel da fundação, você precisa ouvir o povo, dialogar com as comunidades para saber da real necessidade da população, em relação às atividades de qualificação. Dessa forma, não dá para errar na escolha dos cursos”, ressaltou Maykon Silva, presidente da FWF.

Até o momento, a Fundação Wall Ferraz realizou reuniões para definição de cursos nos centros de capacitação profissional dos bairros: Satélite, Piçarreira, Parque Brasil e Itaperu. E já estão agendadas novas reuniões nas unidades da Cerâmica Cil, Dirceu Arcoverde e Residencial Leonel Brizola, na Santa Maria da Codipi. Os cursos sugeridos pela comunidade serão implementados ainda este ano.

“É uma determinação do prefeito Dr. Pessoa que a gente faça uma gestão, principalmente, voltada para os que mais precisam, sendo sensível as suas demandas. E é isso que a fundação está fazendo, através dessas reuniões, procurando identificar o que as pessoas almejam em relação aos nossos cursos”, completa Maykon Silva.