Andressa, de 18 anos, realizou a ocupação na Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (Semdec) de Teresina.  A menina fez parte da campanha “Meninas Ocupam”, uma realização da ONG Plan International através da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM). A campanha acontece mundialmente, em torno de 70 países, e na capital vai acontecer durante todo o mês de outubro, em alusão ao Dia da Menina.

Na sua manhã como secretária simbólica, Andressa destacou projetos que possam auxiliar os jovens no mercado de trabalho na cidade de Teresina – com ênfase a cursos que envolvam o marketing digital. “Será uma excelente forma de desenvolver jovens e meninas para um futuro profissional”, pontua em sua carta. “E também ensinar os jovens e crianças acerca dos impactos da desinformação e das fake news”, destaca.

(Foto: Ascom/SMPM)

A Secretária da SMPM, Karla Berger, destacou a importância dos projetos que visam o fortalecimento e inclusão para as mulheres no mercado de trabalho. Segundo ela, Teresina é uma capital onde a presença do gênero feminino é muito forte no comércio, na internet, nos espaços público e privados, por isso, além da permanência, é necessário formas de garantir esse crescimento para as gerações futuras.

“Cuidar das nossas meninas e mulheres é uma tarefa de várias gestões, afinal, somos uma gestão integrada”, complementa. “O projeto Meninas Ocupam tem sido muito importante para entrar em contato com uma geração de meninas que tem Teresina como seu suporte e referência para os próximos anos”, finaliza.

A Campanha “Meninas Ocupam” acontece desde 2016, realizado pela Plan International. A ONG tem como parceira a Prefeitura de Teresina, com a ocupação de cargos públicos em diversas repartições públicas e privadas.

(Foto: Ascom/SMPM)

Sobre a Plan International

A Plan International é uma organização humanitária e de desenvolvimento não governamental e sem fins lucrativos, que promove os direitos das crianças e a igualdade para as meninas. A pobreza, violência, exclusão e discriminação ainda são problemas sociais que mais afetam no mundo, por isso, a ONG atual para proteger os direitos de meninas em situação vulnerável.

A ONG chegou ao Brasil em 1997 e, desde então, vem se dedicando a garantir os direitos e promover o protagonismo das crianças, adolescentes e jovens, especialmente meninas, por meio de seus projetos, programas e ações de incidência e de mobilização social.