A Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) realizou nesta quinta-feira (25) a abertura da “Campanha Somos” – Todos Pelo Fim das Violências Contra às Mulheres. A solenidade aconteceu no Salão Nobre da Câmara Municipal de Vereadores de Teresina.

A Campanha visa a promoção do acesso à informação acerca do que são e como se dão as violências contra as mulheres. Ao longo da programação dos 21 Dias de Ativismo pelas Mulheres, serão divulgados os canais da rede de enfrentamento e canais de denúncia existentes em Teresina de acolhimento à mulher em situação de violência.

Fotos: Ascom SMPM

De acordo com a Secretária Karla Berger, o foco da campanha é buscar mulheres teresinenses, contemplando sua pluralidade de raça e etnia, classe social, identidade de gênero e sexual, orientação sexual e geração. Segundo Karla, será um momento de chamarmos atenção da cidade pelo engajamento de todas e todos pelo fim das violências.

“A Campanha Somos representa uma luta histórica de mulheres que lutaram para que momentos como esses fossem realizados”, frisa Karla. “Temos travado batalhas difíceis, mas que vêm sendo olhadas pelo olhar sensível do Dr.Pessoa. Nosso prefeito tem diariamente pegado nas nossas mãos e dando todo o apoio possível para que a gente possa lutar com as ferramentas certas por uma política que cuida das nossas mulheres”, destacou durante discurso de abertura da solenidade.

Ainda durante o evento, o Secretário de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN), João Henrique, anunciou mais um avanço na chegada da Casa da Mulher Brasileira em Teresina. A Superintendência da Caixa Econômica no Piauí autorizou a licitação para a Casa da Mulher Brasileira em Teresina.

“Temos certeza que será um projeto muito positivo para a cidade, de forma ímpar direcionado às figuras femininas teresinenses”, pontua o secretário. “Precisamos reforçar essa luta pelas mulheres e combater a violência dentro e fora de casa. Teresina terá um espaço com todos os órgãos e entidades de defesa da mulher e isso tem sido defendido pelo prefeito e por nós que compomos a gestão”, reforçou João Henrique Sousa, secretário Municipal de Planejamento.

A implementação da Casa da Mulher Brasileira em Teresina acontece por meio de ações integradas da Superintendência das Acordo Descentralizadas (SAAD) Centro, SMPM e Semplan. A obra contou com um investimento de R $5,9 milhões. O local será um espaço que disponibilizará atendimento e apoio para mulheres em situação de violência doméstica.