O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, reuniu na manhã deste domingo (02) parte do secretariado e determinou a execução de ações para ajudar famílias desabrigadas em decorrência das chuvas na capital. Além disso, o prefeito afirmou que irá decretar situação de emergência.

“Já autorizei que o decreto fosse feito, envolvendo os três entes federados, o governo federal, o governo estadual e o governo municipal, para trabalhar em conjunto nesse momento de vulnerabilidade, que está aí previsto que as coisas poderão ser mais agravadas”, disse o prefeito.

A reunião aconteceu na sede da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Norte (SAAD Norte). De acordo com Dr. Pessoa, todas as SAADs, a secretaria de Defesa Civil, SEMDUH e FMS estarão atuando 24 horas por dia e monitorando a situação dos pontos mais críticos.

“Iremos fornecer abrigo de qualidade, alimento e toda a infraestrutura necessária para darmos dignidade para as famílias que forem atingidas. Precisamos filosofar pouco e agir cada vez mais. Se houver necessidade de colocar em escolas, vamos colocar. Temos o CEU Norte, CEU Sul, ginásios cobertos. Se for necessário acolho até na minha casa”, garantiu o gestor.

O vice-prefeito e secretário de Finanças, Robert Rios, pediu empenho das SAADs para que montem equipes de plantão para atuarem na limpeza pública, desentupindo bueiros e galerias.

“Os superintendentes das SAADs devem convocar hoje ainda as equipes da CTA para que realizem a limpeza dos bueiros e galeria. Limpando os bueiros não resolve, mas melhora. Todo inverno é a mesma coisa, mas esse será o mais rigoroso. Floriano está na capacidade máxima, a água está no limite. Precisamos das SAADs de prontidão, todos os chefes, SEMCASPI e Defesa Civil também precisam estar abastecidas para atuarem de forma imediata.

O superintendente da SAAD Leste, James Guerra, disse que irá juntamente com a Strans, implantar placas e interditar algumas vias na região quando iniciarem as chuvas. “Já temos cerca de 180 pontos críticos mapeados na zona Leste. Precisamos divulgar para a população. Vamos interditar os pontos mais críticos e juntos com a Strans implantar placas e proibir a passagem de veículos nos trechos mais críticos quando chove”, afirmou.

Após a reunião, a comitiva visitou o bairro Mafrense, na zona Norte de Teresina, além da Vila Mariana Fortes na zona Sudeste, e o bairro São Cristóvão, na zona Leste. A superintendente executiva da SAAD Norte, Luana Barradas, informou que toda a assistência necessária está sendo disponibilizada para a população.

“Temos trabalhado de forma integrada, junto com a SEMCASPI, Defesa Civil, SEMDUH e toda o staff da Prefeitura de Teresina. Temos toda a zona Norte mapeada, estivemos no Mafrense ontem (sábado), e cadastramos as famílias que estão em áreas mais expostas e solicitamos a retirada. Infelizmente algumas famílias não quiseram sair e foram atingidas durante a madrugada. Neste domingo estamos atuando com nossos homens, disponibilizando caminhão baú e estamos levando para locais seguros”, destacou a superintendente.

Além desse mapeamento, a SAAD Norte monitora a subida das águas do rio Poti e Parnaíba. Neste domingo, Luana Barradas também vistoriu a situação das bombas da Estação de Bombeamento Boa Esperança. “Temos oito bombas ligadas e em pleno funcionamento. No total são 12, se tivermos a necessidade de ligar todas, assim o faremos”, finalizou.

Foto: Divulgação (Semcom)