A Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas Leste- SAAD/Leste, se reuniu, neste domingo (2), com gestores da Prefeitura Municipal de Teresina, para discutir o mapeamento dos locais de risco de alagamentos e plano de ação da zona Leste de Teresina. As ações estratégicas do órgão – que fazem parte de uma força-tarefa elaborada pela Prefeitura – possui mapeamento e identificação dos principais pontos de alagamento, e tem o intuito de prevenir desastres e minimizar os efeitos em decorrência das fortes chuvas comuns nessa época.

Segundo o superintendente da SAAD-Leste James Guerra, as primeiras ações com mapeamento de locais críticos é de suma importância na estratégia de proteção e segurança dirigidas à população do local.

“Neste primeiro momento, é essencial o mapeamento das áreas mais atingidas para ações de prevenção e emergência. Agora, é necessária a união de todos os esforços dos órgãos, entidades e também da população, evitando o acúmulo de lixos nas vias urbanas, principalmente, nesta época. Vamos buscar amenizar os danos humanos, materiais e/ou ambientais, consequentes desse sinistro, frisou.

De acordo com o superintendente, para as áreas da região com fortes inundações – bruscas ou graduais – foram definidas atividades emergenciais a curto prazo como: limpeza das bocas de galerias existentes, limpeza das grelhas, das galerias, canais, recomposição de pavimentação, limpeza de bocas de lobo, limpezas de passagem molhada; recuperação e limpeza de bueiros, pavimentos e monitoramento de área de deslizamento. Nas ações de médio a longo prazo foram definidas: elaboração de projeto de ampliação e reforma da galerias, execução de obra de galerias, limpeza de canais, projetos de reforma de bueiros e galerias, elaboração e execução de projetos de drenagem.

Foto: Divulgação (SAAD Leste)