As certidões serão fornecidas pela prefeitura direto para Caixa Econômica Foto(Ascom/SEMF)

Ocorreu na quinta-feira, dia 6 de janeiro, a primeira reunião entre os representantes da Secretaria Municipal de Finanças (SEMF) e Caixa Econômica Federal, após a aprovação da lei que anistia 20 mil imóveis de baixa renda do programa FAR/CEF, do pagamento de taxas municipais.

O secretário executivo de Finanças, Eduardo Lima, e o coordenador da Receita, auditor Alexandre Castelo Branco, representaram a Prefeitura Municipal de Teresina e ainda pela Caixa Econômica estavam o superintendente de Governo no Estado, Raul de Oliveira Gomes, o gerente de Engenharia Ives Yokoyama de Almeida e o superintendente de Habitação, Hermenegildo Mesquita Pestana.

De acordo com Eduardo Lima, considerando que a tramitação ocorrerá em cartório para emitir os registros de imóveis, e não haverá nenhum custo para os mutuários, as certidões serão fornecidas pela prefeitura direto para Caixa Econômica, que conduzirá o processo nos cartórios. “Assim, os mutuários serão comunicados na entrega dos registros de imóveis, que começa em meados de abril deste ano, pela Prefeitura de Teresina, iniciando pelos empreendimentos que foram entregues no ano de 2011”, destaca.