O esquema de vacinação das crianças é até 10 anos de idade com o reforço contra a febre amarela Fotos(Ascom/FMS)

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) disponibiliza vacinas de rotina para as crianças serem imunizadas contra várias doenças, conforme o Plano Nacional de Imunização (PNL) do Ministério da Saúde. Na rede municipal, são 84 salas de vacina nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nas quatro maternidades.

A vacinação inicia nas primeiras 12 horas de vida do bebê, quando ainda está na maternidade, com a dose da BCG contra os casos graves de tuberculose e contra a hepatite B. O esquema de vacinação das crianças é até 10 anos de idade com o reforço contra a febre amarela.

Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da FMS, conclama os pais e responsáveis para vacinarem as crianças. “É uma questão de saúde e de desenvolvimento. É necessário cumprir o calendário de vacinação das crianças para evitar doenças graves e até morte na infância. Os pais querem filhos bem-sucedidos e atletas, mas precisam cuidar da saúde dos seus filhos com a vacinação”, diz.

A diretora cita que com a vacina a varíola já foi erradicada e que a paralisia infantil está prestes a ser erradicada. Ela informa que já tem controle da difteria, tétano e rubéola congênita (que provoca surdez, cegueira, problemas cardíacos e na formação do cérebro).

O presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, avalia que a vacina contribui com o aumento da expectativa de vida e redução da mortalidade infantil. “Havia mortes por doenças infecciosas que estão sob controle por causa da vacina”, fala.

Vacinas:
As salas de vacina nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e maternidades funcionam para atender as crianças com as doses das seguintes vacinas:

BCG (protege contra a tuberculose);

Tetravalente (DTP+HIB) (protege contra difteria, tétano, coqueluche, meningite e da bactéria Haemophilus influenzae tipo b);

Hepatite B;

Contra a pólio;

VORH (Vacina Oral de Rotavírus Humano) (protege contra diarreia por Rotavírus que causa diarreia);
Vacina tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola).