A Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Centro, segue avançando na conclusão da revitalização de vias do Centro da capital. Após a conclusão do projeto, a cidade ganhará as suas primeiras “ruas completas”.

As ruas completas são espaços desenhados para dar segurança e conforto, distribuindo o espaço de maneira mais democrática, beneficiando a todos, tanto pedestres quanto veículos.

 

O superintendente Roncalli Filho explicou que a primeira parte da obra, que corresponde ao quadrante da Avenida Maranhão até a rua Firmino Pires, está em fase de finalização e será concluída em menos de 15 dias. Já as melhorias de vias da Rua Coelho Rodrigues até a praça do Fripisa serão entregues no prazo de 10 meses.

No total, os investimentos na revitalização são de R$ 12.119.668,48 com recursos do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

Ruas completas: mais segurança e mobilidade

Segundo Roncalli Filho, com a obra as vias próximas a Prefeitura de Teresina vão ganhar ruas completas. Ou seja, uma estética personalizada, além de bancos, lixeiras, uma nova iluminação, calçadas largas, canteiros, passagens específicas para cadeirantes com rampas.

“Com as melhorias que estamos realizando, essa região próxima à prefeitura vai se tornar bem mais acessível, com maior mobilidade urbana para a população de Teresina. E é por saber do grande fluxo de transeuntes e da importância daquele espaço para a economia local que estamos buscando dar mais espaço, segurança e mobilidade para o local”, pontuou.

Drenagem e pavimentação

O gerente de obras da SAAD Centro, Danilo Alien e Silva, explicou como o processo de recuperação e reforma das ruas está sendo realizado. Segundo ele, a obra é complexa, pois em cada etapa é feita a abertura da via, seguido de um processo de drenagem e a posterior pavimentação.

“Naquele local específico se concentra muita água para jogar diretamente no rio. Então, estamos realizando os serviços de drenagem dessa água e então a pavimentação. Depois que estiver pronto teremos em Teresina o que podemos chamar de rua completas, são ruas em que estaremos dividindo democraticamente o espaço entre o pedestre e os veículos”, destacou.

Vale lembrar que as obras estavam paralisadas, devido a incapacidade operacional apresentada pela empresa contratada ainda na gestão anterior e que só foi possível a retomada, após a SAAD Centro rescindir o contrato, buscando uma nova empresa com a capacidade adequada para a dimensão desta empreitada.