Encerrou no domingo (27/03), a primeira edição do Projeto Vem Para o Teatro, evento que teve como objetivo apoiar os artistas locais e ainda gerar opções culturais para a população teresinense. O projeto foi realizado simultaneamente no Teatro João Paulo II, que fica na zona Sudeste, e também no Teatro do Boi, situado na zona Norte da capital.

Durante dois dias, mais de 20 artistas se apresentaram para o público que compareceu às casas de espetáculos, marcando o retorno das atividades culturais com um maior público, isso após quase dois anos seguindo normas mais rígidas por conta da pandemia do coronavírus. De acordo com dados repassados pelas direções das duas casas, mais de 2 mil pessoas prestigiaram o evento, que agora fará parte do calendário cultural do município.

De acordo com Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), o projeto foi realizado após determinação do prefeito Dr. Pessoa, que quer uma proximidade maior do povo com as casas de cultura do município. Para o presidente, a atividade foi considerada um sucesso, já que foi bem abraçada pela população teresinense.

“Devido ao sucesso, já orientamos nossos técnicos a viabilizarem a segunda edição do Projeto Vem Para o Teatro, tudo feito com contratação de artistas locais, movimentando a economia e ainda o cenário cultural, que tanto foi afetado por conta das medidas de isolamento social”, confirma Ênio Portela.

A diarista Manoela Silva, esteve com os netos em uma das apresentações realizadas no Teatro do Boi, ela conta que há anos não visitava o teatro e que viu no projeto a oportunidade de mostrar para os netos um pouco da cultura de Teresina. Ela afirma ainda que a gestão municipal está acertando ao apoiar os artistas da cidade, principalmente aqueles que moram na zona Norte.

“Fiquei feliz ao chegar aqui e ver os talentos da minha região se apresentando no palco, isso deixa a gente com esperanças de que a cultura possa ajudar a tirar muitos dos jovens do caminho da criminalidade”, conta Manoela Silva.

A artista Hulda Lopes, do Estúdio Dança Arte 2, foi uma das atrações do Teatro João Paulo II, para ela a proposta da Prefeitura de Teresina foi bem aceita pelo meio artístico, visto aos problemas causados pela pandemia, onde a classe foi a primeira a ser afetada com as mudanças. Ela conta que está torcendo para que outras oportunidades sejam oferecidas aos artistas, isso a fim de garantir o apoio necessário para que o artista possa continuar divulgando sua arte.

“Dentro do projeto foi comemorado o Dia do Circo e ainda o Dia do Teatro, isso fez com que fosse criada várias oportunidades para os artistas das mais diversas áreas. Queria aqui parabenizar ao município por ter oferecido essa oportunidade e dizer que o grupo a qual ela faz parte, sempre estará a disposição para participar de iniciativas que visem valorizar a arte”, conta Hulda Lopes.

Para mais informações sobre as ações realizadas pela Prefeitura de Teresina na área da cultura, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br. As informações também podem ser acessadas no instagram @cultura_the.