“Lugar de autista é em todo lugar”. Com este lema, o Centro de Atenção Psicossocial Infanto-juvenil (CAPSi) promoveu um passeio para crianças com transtorno do espectro autista atendidas no local até o Mirante da Ponte Estaiada. A atividade ocorreu na tarde de ontem (07), em alusão ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, comemorado dia 2 de abril.

A atividade contou com a participação de cinco crianças, acompanhadas de seus familiares e da equipe do CAPSi. “Este tipo de atividade, feita por profissionais qualificados, facilita a interação e o desenvolvimento de novas habilidades para estas crianças. O papel dos pais neste processo, é de suma importância para o trabalho ser concluído com êxito”, comenta Sales Neto, coordenador do CAPSi.

Ele conta que nos próximos meses, com a flexibilização dos decretos e o avanço na vacinação, o centro fará uma retomada gradativa de suas atividades externas e coletivas, uma vez que elas são de suma importância para o desenvolvimento e sociabilização das crianças e adolescentes atendidas pelo local.

O CAPSi atende crianças e adolescentes com transtornos mentais graves e persistentes e suas famílias de referência dentro da abrangência do território, possibilitando a reorganização social, emocional, educacional, laborativa para a vivência plena da cidadania.

O acesso aos serviços do CAPSi se dá mediante demanda espontânea, busca ativa ou encaminhada, sendo que o processo de acolhimento será efetivado mediante triagem realizada por um profissional da equipe multiprofissional, formada por psiquiatra, clínico geral, psicólogo, assistente social, nutricionista, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, enfermeiro, artesão, redutor de danos e técnico de enfermagem.