A Prefeitura de Teresina elaborou um grande mutirão de combate à dengue, que inclui a união de várias secretarias e o reforço de militares do Exército e internos do Sistema Penitenciário para ajudar nas ações.

Segundo o secretário Edmilson Ferreira, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), a força-tarefa teve início dia 18 de abril e vai até o dia 20 de maio, podendo ser prolongada se houver necessidade.

“Vários órgãos da Prefeitura de Teresina estão envolvidos nesta ação. Como a Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (ETURB) com a operação de tapa-buraco; as SAADs de todas as zonas alinhadas na limpeza da cidade; o Centro de Controle de Zoonoses e a Fundação Municipal de Saúde (FMS), que atuam dando suporte à saúde pública e fiscalizando possíveis focos de dengue. Nós da SEMDUH coordenamos esse mutirão”, explica o gestor.

Em reunião nesta segunda-feira (18), a Prefeitura confirmou que uma parceria será firmada entre o Exército e a Secretaria de Justiça do Piauí para disponibilizar militares e internos penitenciários do semiaberto para ajudar nessa operação.

O contrato já firmado com a ETURB garante a quantidade de internos que a Secretaria precisar para efetuar o serviço de tapa-buracos na cidade.

“Vamos trabalhar com o contingente que for necessário. Num primeiro momento, nós pensamos em 300 internos que estão em condições mais favoráveis. Por exemplo, na situação de semiaberto”, afirma o secretário.

Essa ação de limpeza pública já está em andamento. A limpeza de ruas, avenidas e lagoas está acontecendo diariamente em Teresina. O secretário Edmilson reforça ainda que a fiscalização em terrenos baldios será ampliada. “Serão notificados e multados proprietários de imóveis vazios que possam gerar algum foco de dengue”, alerta o gestor.