A Prefeitura de Teresina e o Instituto Federal do Piauí (IFPI) oficializaram, nesta quinta-feira, 19, a parceria institucional para fortalecer a horticultura comunitária da capital. O ato aconteceu no auditório da reitoria do IFPI, localizado na zona Leste de Teresina.

Prefeito Dr. Pessoa e Paulo Borges, reitor do IFPI / fotos: Lucas Dias

A assinatura do termo de criação do Projeto Hortas Comunitárias Sustentáveis é voltado para medidas de fomento à produção de alimentação saudável e melhoria estrutural desses espaços e das comunidades envolvidas neste setor produtivo. Além disso, serão realizadas ações de ensino, extensão, pesquisa e inovação entre as duas instituições.

“O nosso objetivo é integrar com o IFPI nesse projeto de suma importância para os horticultores. Estamos focados para que a agricultura de Teresina venha ser modelo e possa ajudar aos que precisam”, ressaltou Dr. Pessoa.
A primeira fase da iniciativa contemplará a região Sudeste, beneficiando 22 horticultores do bairro Dirceu Arcoverde. Já na segunda etapa, atenderá produtores da região da grande Santa Maria da Codipi, na zona Norte.

O projeto é uma iniciativa de natureza multidisciplinar e intercampi articulada pela Pró-reitoria de Extensão do IFPI junto ao Campus Teresina Central, o Campus Avançado Dirceu e o Campus Avançado de José de Freitas, o que possibilitará a qualificação profissional dos horticultores e horticultoras nos eixos de recursos naturais e gestão de negócios, além da realização de diagnóstico socioambiental.

“Ciência e tecnologia, juntamente a prefeitura, a serviço da comunidade com os produtores rurais. O que o prefeito propor a gente assina em baixo. O Instituto está a disposição da Prefeitura para que possamos alcançar cada vez mais a produção agrícola em Teresina”, disse o reitor do IFPI, Paulo Borges.

Dentre outras coisas, o projeto prevê apoio e assistência técnica, organização e sinalização das hortas e incentivo à comercialização, bem como o serviço de manutenção e intervenções estruturais, tanto nos espaços produtivos como em seu entorno, favorecendo os negócios e melhorando as condições socioambientais das comunidades.